(82) 3293.2007 contato@paripueira.al.gov.br

Prefeito denuncia falta de água há três dias em Paripueira


Há três dias consecutivos sem água em Paripueira, o prefeito do município, Haroldo Nascimento, disse neste sábado que a Casal não tem honrado o compromisso com a sua gestão e muito menos com o dever de atender os consumidores. Segundo ele, moradores, turistas e a economia local estão sendo vítimas do “descaso”do órgão para com a cidade há três meses.

O prefeito lembra que esteve diversas vezes no órgão pedindo a solução para o problema. “Colocamos todos os serviços necessários de infraestrutura do município à disposição em caso de necessidade e nem assim a Casal consegue resolver definitivamente essa questão”, enfatiza, acrescentando que vai acionar novamente o governador.

“A prefeitura não está parada”, assegura Haroldo, reforçando os prejuízos que o comércio e as pousadas estão tendo, além das dificuldades que os moradores passam sem água nas torneiras. “A Casal vai ter que cumprir o seu papel e assegurar água e água de qualidade em Paripueira”, argumenta o prefeito, que há alguns meses solicitou a intervenção do Ministério Público.

Em novembro passado, o Poder Judiciário de Alagoas, atendendo o MPE, por meio da Promotoria de Justiça de Paripueira, determinou que a Casal promovesse imediatamente a regularização de água no município, principalmente na região norte da cidade. “Vamos ter que novamente recorrer à Justiça”, diz o prefeito Haroldo Nascimento.

 

 

Há três dias consecutivos sem água em Paripueira, o prefeito do município, Haroldo Nascimento, disse neste sábado que a Casal não tem honrado o compromisso com a sua gestão e muito menos com o dever de atender os consumidores. Segundo ele, moradores, turistas e a economia local estão sendo vítimas do “descaso”do órgão para com a cidade há três meses.

O prefeito lembra que esteve diversas vezes no órgão pedindo a solução para o problema. “Colocamos todos os serviços necessários de infraestrutura do município à disposição em caso de necessidade e nem assim a Casal consegue resolver definitivamente essa questão”, enfatiza, acrescentando que vai acionar novamente o governador.

“A prefeitura não está parada”, assegura Haroldo, reforçando os prejuízos que o comércio e as pousadas estão tendo, além das dificuldades que os moradores passam sem água nas torneiras. “A Casal vai ter que cumprir o seu papel e assegurar água e água de qualidade em Paripueira”, argumenta o prefeito, que há alguns meses solicitou a intervenção do Ministério Público.

Em novembro passado, o Poder Judiciário de Alagoas, atendendo o MPE, por meio da Promotoria de Justiça de Paripueira, determinou que a Casal promovesse imediatamente a regularização de água no município, principalmente na região norte da cidade. “Vamos ter que novamente recorrer à Justiça”, diz o prefeito Haroldo Nascimento.

 

 

Baixar Anexo